Respeitar o PATRIMÔNIO PAISAGÍSTICO significa que a ocupação urbana e das construções não deve obstruir esse patrimônio.

_

Tomemos como exemplo um Patrimônio Cultural como a “Igreja do Santuário de Nª. Sra. de Fátima” no Bairro Estreito, aqui em Florianópolis/SC, hoje rodeada de edifício de grande altura, abafando-a e escondendo-a literalmente até mesmo da paisagem da rua. Só lhe restando uma migalha da visão de quem está passando pela Rua Gen. Eurico Gaspar Dutra… [a Igreja fica localizada no alto da Rua R. Souza Dutra]

Igreja Santuário Nª. Sra. de Fátima | * Fonte Imagem: Google

Um plano diretor realmente urbano, deve e tem por obrigação também em reger sobre estes aspectos da paisagem urbana, não apenas vislumbrando interesses de maior ocupação exigido por construtoras e políticos de toda espécie.

Faça um tour pelo GoogleMaps AQUI e nos compreenderá…

_

* Tem alguma dúvida?! Quer uma dica dele?! Use a hashtag “#dicadoGobbi” que iremos respondê-lo com todo prazer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Precisa de ajuda?